São Sebastião do Alto

Universidade Candido Mendes e o Instituto Prominas chegou a Cidade de São Sebastião do Alto no Centro Fluminense – RJ, com cursos de aperfeiçoamento, extensão, pós graduação lato sensu, qualificação e capacitação. Não perca esta oportunidade, ligue para nós que indicaremos o representante credenciado mais próximo.

Central de Atendimento: (21) 2682-1271

E-mail: eadriodejaneiro@gmail.com

Conheça um pouco mais da Cidade de São Sebastião do Alto – Rio de Janeiro

São Sebastião do Alto é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro. Localiza-se 21º57’26” de latitude sul e 42º08’05” de longitude oeste, a 575 metros de altitude. Conta com uma população de 8906 habitantes (2008).

Estende-se por uma área de 373,26 km², a cerca de três horas de viagem da cidade do Rio de Janeiro e a uma hora de Nova Friburgo.

Sua sede fica no alto da “Serra do Deus Me Livre”, e revela uma pequena cidade onde a tranquilidade é excessiva, sem barulhos e trânsito da capital. Foi colonizada por imigrantes italianos e suíços, que foram para a região atraídos pelo cultivo do café.

A política de São Sebastião do Alto foi fortemente marcada pelo coronelismo e pode ser comparada a República Oligárquica do Brasil, pois o município possuiu governantes que se mantiveram anos no poder sustentados por trocas de favores com a população. Até que em 2013 houve a eleição de um prefeito que incentivou a população a querer mudanças e a exigir honestidade de seus governantes, o Carmod Bastos. Entretanto, em abril de 2013 a Câmara de Vereadores de São Sebastião do Alto alterou a lei orgânica do município, criando uma nova lei. Esta dizia que sob qualquer denúncia (falsa ou verdadeira), se aceita por 2/3 dos vereadores o prefeito poderia sair de seu cargo. Sendo assim, o então prefeito, Carmod Bastos (PT), foi cassado injustamente pela Câmara de Vereadores, acusado de cometer crimes como fraudes em dispensa de licitação e aumento do próprio salário, sem lei que autorize Estes crimes nunca foram provados e os processos até os dias atuais nunca foram julgados..